Grammy Awards: Black Coffee e RUFUS DU SOL são premiados

Últimas

Grammy Awards: Black Coffee e RUFUS DU SOL são premiados


Neste último final de semana, no domingo, dia 3 de abril, o tapete vermelho da maior premiação musical do mundo pôde enfim receber artistas consagrados após hiato devido a pandemia da Covid-19.

Entre as 86 categorias listadas do Grammy Awards, o gênero música eletrônica está representado em duas categorias.

A 64ª edição do Grammy premiou o trio RÜFÜS DU SOL com a faixa “Alive” como Melhor Gravação Dance/Eletrônica. O single foi o primeiro lançamento do projeto desde 2018.




Os produtores australianos já haviam sido indicados em outras duas edições. Mas, com certeza, essa foi a mais especial, já que levaram o gramofone para casa.

Na mesma categoria estavam AfroJack e David Guetta, Oalufut Arnaldo Featuring Bonobo, James Blake, Bonobo e Totally Enormous Extinct Dinnosaurs.



Já o “Melhor Álbum Dance/Eletrônica” foi para Black Coffee, com o álbum “Subconsciously”. Essa foi primeira indicação do produtor sul-africano e a sua estreia como vencedor da premiação.

“Quero agradecer a Deus pelo dom da música e poder compartilhá-lo com o mundo, para curar almas e ajudar as pessoas a passar por tudo o que estão passando na vida. Obrigado aos meus fãs ao redor do mundo por acreditarem em mim. Quero agradecer à minha família e aos meus filhos”, disse Black Coffee em seu discurso ao receber o prêmio.




Black Coffee concorreu a estatueta ao lado de ILLENIUM, Major Lazer, Marshmello, Sylvan Esso e Ten City.



O cantor e compositor Jon Batiste foi o grande nome da noite com 11 indicações. Com um forte trabalho junto à Pixar, o autor de trilhas sonoras para filmes levou cinco Grammys.

A cantora brasileira Marília Mendonça, que faleceu em um trágico acidente de avião no ano passado, foi homenageada pela academia. Enquanto isso, Annita comandou uma das performances do after da edição 2022 da premiação.

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem