EMPIRE OF MIND INAUGURA O SELO CICCADA COM UM V.A. SURPREENDENTE

Últimas

EMPIRE OF MIND INAUGURA O SELO CICCADA COM UM V.A. SURPREENDENTE


O compilado reúne Animum, D Mayer, EZEK, KxL, Questhe, Acrobatik, Tchaka e Vicius, além do head label Empire Of Mind, em “Distorted Reality”

Com um expressivo compilado de vários artistas, o selo Ciccada se introduz no mercado eletrônico dando ênfase (e apoio) aos talentos que se dedicam às facetas melódicas do House e Techno. A partir de oito faixas originais, “Distorted Reality” ganha vida pelas mãos de Animum, D Mayer, EZEK, KxL, Questhe, Acrobatik, Tchaka e Vicius — e claro, o head label Lukas Azevedo aka Empire Of Mind.

Animum, recentemente incluído no Top 100 do gênero Melodic House & Techno no Beatport e com suportes do mexicano Øostil (Afterlife) é o responsável pela abertura do compilado. Com “I Miss You”, o produtor reforça sua habilidade em manipular melancolia e energia em incríveis arranjos. 

Na sequência, as sonoridades persuasivas de D Mayer também com aparições no Top 100 do gênero Melodic House & Techno no Beatport, se manifestam em “Elrohir” — uma faixa que sucinta muito bem a personalidade musical do produtor com presença massiva entre as principais gravadoras nacionais do gênero.

Em “Parallel Time”, o head label Empire Of Time com recente suporte do Tale Of Us e outros nomes é o responsável em conceber uma ambiência enigmática e levemente progressiva, promovendo uma espécie de clímax com suas 125 batidas por minuto.

Na sequência, EZEK aposta em uma atmosfera obscura para “Medusa” — uma faixa que exibe a mais refinada essência artística de Ezequiel Lensen.

Com “Thoughts”KxL sonda sonoridades progressivas para a construção de uma faixa altamente energética, sem abrir mão de arranjos hipnóticos.

Questhe e  Acrobatik dão continuidade com “Oblivion”, uma track com forte apelo futurista gerado por camadas sintéticas e cortes de um vocal estrategicamente posicionados.

A sétima faixa é assinada por Tchaka. Em “Dark Sense”, é possível identificar a chancela poderosa e introspectiva do DJ e produtor brasileiro baseado em New Jersey, nos Estados Unidos. 

“Broken Dreams” de Vicius, encerra o primeiro lançamento da Ciccada, com um drop formado a partir de uma linha de baixo fascinante.

Com a experiência de aproximadamente 5 anos como gerente de gravadora, Lukas sentiu a necessidade de criar seu próprio selo com uma sonoridade que acredita e aposta suas fichas. 

A palavra “cicada” significa cigarra em português, a ordem Homoptera em constante metamorfose, permite a cura emocional através da música mais profunda com influências do Melodic Techno, um contraste entre luz e sombra para alcançar a beleza no fim da arte através da melodia. Fundada com dedicação e pronta a trazer novos talentos juntamente com nomes respeitados, é sob este símbolo de ressurreição, imortalidade, realização e êxtase espiritual que a identidade do selo se debruça.

Mais sobre o artista

Empire Of Mind é a alcunha artística que o head label, Lukas Azevedo, desenvolveu para transmitir ao mundo suas intenções musicais. Com uma sondagem musical que mescla alta qualidade à melodias comoventes. É por estas mesmas razões que muitos artistas de renome tocam e endossam suas músicas. Autoridades da música eletrônica como Tale Of Us, MRAK, Fideles, Blancah, Massano, Wurtz e muitos outros.

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem