ADRIATIQUE, GIORGIA ANGIULI E VINTAGE CULTURE CONSTROEM NOITE HISTÓRICA NO AME CLUB

Últimas

ADRIATIQUE, GIORGIA ANGIULI E VINTAGE CULTURE CONSTROEM NOITE HISTÓRICA NO AME CLUB


Quando grandes nomes da cena techno vem ao Brasil, muito se espera de suas apresentações. Certamente AdriatiqueAe:ther Giorgia Angiuli criaram grande expectativa no público, mas não esperavam a aparição do Vintage Culture no line, que foi muito positiva.

Abrindo o a casinha, o duo Salkantay fez sua estreia em grande estilo (inclusive, gravaram o set para quem não pode comparecer). ZAC, sequenciou com maestria e foi anunciado como residente no story do AME ClubSarah Stenzel, fez a abertura para Ae:ther com elegância e bastante sensibilidade, entregando a pista da forma correta para o Italiano, que trouxe um som bem diferenciado para o club.

O DJ se adequou muito bem ao contexto em que foi colocado, trazendo produções diferenciadas e botando fogo na pista pouco antes do Adriatique entrar.

Foto: Adritiaque | Gui Urban

Quando chegou o momento da dupla, eles trouxeram um set mais conceitual e introspectivo. Iniciaram muito bem o set, porém a resposta do público não foi tão forte, o que obrigou os DJs a testarem outras linhas de som, que no fim não agradou tanto os verdadeiros amantes do techno. Tal situação é compreensível, visto que é impossível agradar a todos, porém não podemos deixar de lado a altíssima qualidade trazida pelo duo.

Logo após 3 horas de música finíssima, Giorgia Angiuli veio com seu live set e levantou a festa. Começando com tonalidades menos energéticas até chegar nas mais energéticas, ela foi literalmente uma transição na festa, deixando a pista em ótimo estado para a entrada do grandioso Vintage Culture.

Foto: Vintage Culture | Gui Urban

Lukas Ruiz começou seu set na mesma pegada que vinha sido construída durante toda a noite, mas após cerca de 30 minutos começou a transitar para uma linha mais tech house, até chegar em seus grandes clássicos, que levantaram o público.

Para finalizar um evento histórico, nada melhor que um brasileiro né? Waltervelt teve a honra de fechar a pista, uma pista que viveu momentos únicos no belo AME Club.


 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem