DGTL SÃO PAULO: SAIBA MAIS SOBRE DAX J E SUAS RAÍZES UNDERGROUND

Últimas

DGTL SÃO PAULO: SAIBA MAIS SOBRE DAX J E SUAS RAÍZES UNDERGROUND


2022 já começou e a ansiedade para o DGTL São Paulo em abril só cresce! Entrando em uma nova era, o festival promete ser um dos maiores eventos do ano no país e o seu line-up comprova isso.

Dentre as diversas atrações anunciadas, o britânico Dax J integra o time de artistas internacionais, voltando a se apresentar no festival após quatro anos. Conhecido por seus closing sets gigantescos, como as maratonas de dez horas que tocou nos famosíssimos Berghain e Bassiani, Dax tem uma trajetória de respeito: começando em rádios pirata e chegando às capas de revista.

Sua história com a música eletrônica começa na escola no cenário underground de Londres. Fã dos estilos Jungle, Drum’n’Bass e Garage, e com influências como Glodie, Andy C e Bad Company, ainda bem jovem o inglês já era DJ em rádios pirata e já produzia músicas em seu playstation.

Durante a faculdade, estreou nos vinis lançando músicas na Urban Takeover e em seu selo próprio chamado Xplicit Sound. Em seguida, passou a tocar em palcos menores de raves do cenário Drum’n’Bass e era residente nas rádios piratas Origin FM 95.2 e Time FM 104.6.

Então, formou-se em engenharia de som e tirou um ano para viajar, o que foi um momento importante para sua experiência na música, pois foi quando conheceu o Techno europeu, levando-o a uma nova direção. O resultado disso aparece em seu som singular: unindo as energias pulsantes do Techno europeu com a atitude rústica, crua e descompromissada das suas raízes.

DJ, produtor, promoter, engenheiro de som… em 2013, Dax aumentou essa lista ao abrir sua gravadora Monnom Black, sediada em Berlim. Foi por ela que, dois anos mais tarde, o britânico lançou seu primeiro projeto solo “Shades of Black”, considerado álbum do mês pela Mixmag. Em 2018, seu álbum “Offending Public Morality” foi extremamente aclamado pela crítica. A BBC Radio 1 o classificou como maior álbum do ano e ele entrou no Top 50 Álbuns do ano da DJ Mag, Tsugi e Apocalypse Mag. No mesmo ano, Dax entrou para o Hall da Fama da BBC e seu closing set de quatro horas no NeoPop Festival foi escolhido como melhor set do ano pela Be-At.TV’s.

Ainda em 2018, o britânico veio ao Brasil para o DGTL, uma das atrações mais aguardadas do festival, entregando um set memorável. Seguindo esse ano de sucessos, Dax teve um incrível 2019, com diversas apresentações ao redor do mundo. Detalhe: só entre abril e maio ele fez 20 shows em 10 países diferentes.

O álbum “Utopian Surrealism”, seu lançamento mais recente, foi produzido durante a pandemia e é inspirado no livro “Sapiens” do professor de história Yuval Harari. Nele, o artista entrega dez faixas que refletem sobre a distinção entre a verdade das redes globais e as realidades cada vez mais polarizadas, inteligência artificial e pobreza de massa, que permanecem escondidas enquanto a sociedade acelera para sua próxima etapa de evolução. Para Dax, as faixas “Industrial Cyber Technologies” e “Universal Future Sounds” têm arrasado nas pistas e devem marcar presença em seu set no DGTL. Confira o álbum clicando aqui.

De todo o legado de Dax, o mais interessante foi a maneira como ele sempre se manteve verdadeiro às suas raízes underground e à singular sonoridade em todas as fases de sua carreira, das festas e palcos menores à headliner nos maiores clubes Techno ao redor do mundo.

Não perca a apresentação deste inigualável artista nesta nova era do DGTL. Garanta já seu ingresso pelo site ou app da Ingresse clicando aqui.


 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem