Novo Green Valley: para ver, sentir e ouvir

Últimas

Novo Green Valley: para ver, sentir e ouvir


Recomeçar realmente não é fácil, principalmente quando se carrega os louros de ser cinco vezes o melhor clube do mundo pela votação popular da DJ Mag britânica. A cobrança é grande!

Após vinte meses de portas fechadas pela pandemia da Covid-19, com um ciclone bomba para deixar o caminho ainda mais conturbado, o recomeço foi um tanto quanto desafiador. Quem sabe, um empurrão para que planos e sonhos pudessem sair do papel?

Não da melhor forma, podemos concordar, mas a diferença de um time que joga junto e pensa positivo, para o que se arrasta lamentando, é a capacidade de transformar situações em oportunidades e virar a chave para que o novo possa ganhar espaço.

Com toda a sua trajetória e história com equipe, artistas, agências, cidade e, claro, com o público, ousamos dizer que o Novo Green Valley foi erguido muito mais do que a quatro, seis, oito mãos.

E no início de dezembro, mais especificamente dia 9, o clube reabriu as suas portas, sorridente, alegre, isso porque o Green Valley não tem um rosto – ok! [rs] – mas vários. E se você já havia curtido uma noite no clube em Santa Catarina, vai se surpreender com a transformação.


adr_3608_500
Foto: Adriel Douglas

A reabertura foi uma sequência de três noites, com mais de 25 atrações. Nós, da House Mag, fomos a primeira da série “Together We Rise”. A recepção, como sempre, impecável, tudo novinho em folha, com cada detalhe desenvolvido com muito carinho.

A tenda original, destruída pelo ciclone bomba, não estava mais lá, dando vida a lembranças que ganharam uma coleção incrível de produtos em parceria com a cerveja Becks. Mas calma, o clube manteve a tradição e colocou uma nova, que pode ser vista nos pontos mais altos.

Os bares ganharam mais espaço para facilitar a circulação, o que é visível em todo o clube na verdade, o que proporcionou maior mobilidade para o público. A pistinha que ficava na parte superior do Green Valley deu lugar a um chill out que pode se transformar, também, em uma área multifuncional.

Vamos para o main stage! Yes! Quem fez as honras da primeira abertura foram os DJs Rodrigo Vieira e Rod B, que entregaram lindamente a pista para Ashibah e Meca. A meia luz, o clube pareciam reservar algo surpreendente. Detalhe: que setup para nossos artistas tocarem!


adr_3239_500
Meca e Ashibah - Foto: Adriel Douglas

Que baile esses dois fizeram. O back to back inédito dos produtores casou tão bem, que não sabíamos que precisávamos vê-los juntos – até vê-los juntos [rs]. Quanta energia, alegria e sintonia. Sem efeitos, sem luzes em sua totalidade, mas muita vibe e um repertório que mexeu com a ansiedade da galera.

Após um set lindo, cheio de presença, a surpresa. O grande telão atrás do palco acendeu, exibindo um vídeo com cenas dos últimos meses do clube. A trilha sonora não poderia ser outra, e ao vivo. Ashibah cantou o hino do clube neste novo capítulo, “Praise You”, acompanhada pela Orquestra Sinfônica de Joinville. Sinceramente: de arrepiar!

E enquanto toda a história ia sendo contada, os músicos começaram a tocar “Opus”, orquestrando a nova iluminação do Green Valley, que foi se revelando pouco a pouco, até ser completamente apresentada para o público que se envolveu magicamente.




Pronto! Que ambientação assinada pela holandesa 250K. Os olhos se perdiam tentando não perder cada detalhe da iluminação, decoração. Se o clube já aguçava os sentidos de quem se jogava na pista, imagina agora?!


Com essa apresentação, KVSH e Dubdogz assumiram a responsabilidade de dar continuidade a festa. O clima emotivo deu lugar a vibração e energia. A finaleira ficou na conta do Bhaskar e Mojjo, que deixaram aquele gostinho de quero mais com um set especial.


adr_3710_500
KVSH, Dubdogz - Foto: Adriel Douglas

Acompanhamos os outros dois dias via Stories, desejando estar lá novamente [rs]. Mas, para quem não pôde curtir essa reabertura ao vivo e a cores, fica o convite para a temporada de verão do Novo Green Valley. Vale a pena conhecer o clube que se fortaleceu e trouxe uma proposta sensorial, pronto para escrever novos capítulos, na história do GV e na nossa história!

Confira a programação completa do verão no Green Valley aqui



 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem