Novo museu de Amsterdã dedicado exclusivamente à música eletrônica prestes a ser inaugurado

Últimas

Novo museu de Amsterdã dedicado exclusivamente à música eletrônica prestes a ser inaugurado


No dia 29 de outubro, um museu dedicado exclusivamente à música eletrônica abrirá formalmente suas portas para satisfazer audiófilos em seis exposições de dança e 15 instalações. A casa mesclará galerias de fotos, folhetos, toca-discos interativos, documentários, uma experiência audiovisual 4D conhecida como “The Culture Ride” e baterias eletrônicas com contribuições de diversos expoentes da indústria.

Oferecendo uma visão sobre o que os visitantes podem esperar, o site afirma que os participantes serão convidados a expressar suas memórias mais pessoais e essenciais sobre a música eletrônica de dança (EDM) com milhares de fãs com ideias semelhantes. O site também afirma que o museu pretende ser um lugar onde as pessoas possam compartilhar seu amor por um tipo de música que `fala ao coração`.

“Junto com mais de 150 artistas, promotores, criativos, produtores, curadores, operadores e DJs, trabalhamos nos últimos dois anos na realização da coleção”, disse o cofundador, Jeroen Jansen. Our House está localizado no endereço que antes era ocupado pelo iT, um dos primeiros clubes de house music da capital holandesa que funcionou de 1989 a 2002, antes de fechar definitivamente em 2004.

Cada uma das exposições documentará como a EDM evoluiu desde seus primeiros dias até o que é hoje. Isso significará levar os visitantes por uma série de instalações que possibilitarão poder vivenciar a sensação de como eram as primeiras batidas da música eletrônica quando o gênero estava surgindo. Os ingressos para a casa estão disponíveis aqui. Visite o site oficial para obter mais informações.

Em outros lugares da Europa, o Museu de Música Eletrônica Moderna de Frankfurt (conforme noticiamos em agosto) também está programado para abrir este mês. Enquanto isso em Londres, no Horniman Museum, ainda pode ser conferida a mostra "Dance Can`t Nice: Explorando os espaços da música negra de Londres", que inclui conteúdos sobre garage, grime, bashment, jazz e muito mais. 

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem